Skip BreadcrumbHome / Sustentabilidade / ACREDITAR: Ajudámos a Dar (mais) Cor à Esperança...

ACREDITAR: Ajudámos a Dar (mais) Cor à Esperança...


ACREDITAR: Ajudámos a Dar (mais) Cor à Esperança.. 

A política de Sustentabilidade do Millennium bcp prevê o desenvolvimento de ações que promovam uma cultura de proximidade que acrescente valor social. Foi neste contexto que realizámos recentemente mais uma campanha solidária - com o contributo dos Colaboradores do Banco - a favor da ACREDITAR.

Esta ação, que decorreu durante o mês de Novembro, teve como objetivo recolher pensos rápidos infantis coloridos, livros de pintar e lápis de cor/cera destinados às Crianças em tratamento.

Com o contributo dos Colaboradores do Banco a nível nacional (Sucursais e Serviços Centrais) foi possível reunir cerca de 700 unidades, que foram recentemente entregues à IPSS e vão proporcionar alguns momentos de alegria às Crianças apoiadas pelos vários núcleos da ACREDITAR.

Esta campanha foi assim mais um exemplo de materialização de princípios de solidariedade e responsabilidade social corporativa que sempre distinguiram o Millennium bcp e muitos dos seus Colaboradores, revelando uma cidadania próxima, ativa e participativa, mas também um compromisso consequente com causas e valores.

Porque vale a pena Acreditar, aqui (juntos) conseguimos Fazer a Diferença.


Video 

 

Notícias relacionadas:

2015 - Campanha de Natal 2015: Voltámos a ACREDITAR



A "Acreditar" é uma Instituição Particular de Solidariedade Social fundada em 1994 como resultado da mobilização nacional de pais de crianças utentes dos serviços de oncologia pediátrica do país. A sua missão é “Tratar a criança ou jovem com cancro e não só o cancro na criança ou jovem”, promovendo a sua qualidade de vida e da família e visa tornar-se uma associação de referência nacional na garantia dos direitos e na promoção da qualidade de vida na área da oncologia pediátrica.

O Banco Alimentar disponibiliza ainda uma plataforma electrónica em www.alimentestaideia.pt para doação de alimentos pela internet, que permite a participação na campanha de pessoas que habitualmente não se deslocam ao supermercado ou que residam fora de Portugal, nomeadamente os emigrantes, incentivando assim a partilha neste canal mais tecnológico.