Skip BreadcrumbHome / Sustentabilidade / Millennium bim reforça capacidade de assistência médica com oferta de 100 camas

Millennium bim reforça capacidade de assistência médica com oferta de 100 camas

No âmbito do seu programa de Responsabilidade Social "Mais Moçambique Pra Mim", o Millennium bim entregou ao Ministério da Saúde 100 camas para reforçar a capacidade operacional do Centro de Internamento e Tratamento de doentes com Covid-19 do Hospital Geral de Mavalane.

A cerimónia contou com as presenças do Ministro da Saúde, Armindo Tiago, da Secretária de Estado da Cidade de Maputo, Sheila Santana Afono, e do Responsável de Marketing e Comunicação do Millennium bim, Dário Chicalia, entre outros representantes do Millenium bim e individualidades ligadas à Saúde.

O Ministro da Saúde falou da importância da solidariedade conjunta no combate à pandemia da Covid-19, dando ênfase ao contínuo apoio que o Millennium bim tem canalizado para o Sistema Nacional de Saúde moçambicano, assim como ao Governo de Moçambique em contexto adverso. "Esta oferta vem, por um lado, reforçar a capacidade do Sistema Nacional de Saúde e agregar valor ao esforço do Governo de Moçambique no combate à pandemia global, e por outro lado, vem enaltecer o papel do Millennium bim no contínuo apoio ao sector de saúde, através da preocupação constante com o bem-estar dos moçambicanos", sublinhou.

Dário Chicalia destacou os valores que definem as práticas sociais e o negócio do Millennium bim, assim como a visão holística que orienta o Banco no caminho do sucesso. "O Millennium bim é um Banco que nasceu para servir os moçambicanos em todos os momentos. Com responsabilidade, vamos continuar a potenciar o desenvolvimento social e económico de Moçambique, contribuindo sempre para o bem-estar e melhoria de qualidade de vida da nossa população", disse. "O nosso sucesso vai estar sempre assente na disponibilização das melhores soluções de apoio às famílias moçambicanas neste contexto de grande incerteza, porque acreditamos num futuro melhor para todos", acrescentou.

​​​​