Skip BreadcrumbHome / Fiscalidade / Atualizadas regras sobre isolamento e rastreio de contactos

Particulares

Atualizadas regras sobre isolamento e rastreio de contactos

A Direção-Geral de Saúde atualizou hoje as normas sobre isolamento e rastreio de contactos.

De destacar que se considera integralmente cumprido o período de isolamento para as pessoas com infeção confirmada, assintomáticas ou com doença ligeira, que ao dia 5 de janeiro tenham cumprido sete dias ou mais de isolamento.

Isolamento

Em resultado desta atualização, o período de isolamento para as pessoas infetadas com COVID-19 que estejam assintomáticas ou com sintomas ligeiros é reduzido de 10 para sete dias.

Estabelece-se também que as pessoas que não tenham sintomas à data do diagnóstico, bem como as que tenham sintomas ligeiros, ficam em autovigilância, monitorizando os seus sintomas. Estas pessoas não precisam de realizar teste no sétimo dia para saírem do isolamento.

Os doentes com sintomas moderados ou graves devem contactar o SNS 24 (808 24 24 24), o médico assistente ou o 112.

O tempo de isolamento mantém-se em dez dias, pelo menos, e também não é necessário teste para ter alta.

As pessoas que testaram positivo devem preencher um Formulário de Apoio ao Inquérito Epidemiológico (FAIE), identificando os seus coabitantes, e terão acesso a uma declaração de isolamento.

Assim, as pessoas assintomáticas com resultado positivo em teste para SARS-CoV-2 devem autoisolar-se (interrompendo o autoisolamento para a realização de teste laboratorial, quando indicado):
- Testes Rápidos de Antigénio de uso profissional (TRAg) ou Testes Moleculares (TAAN): aguardam a receção de uma SMS até 24-48 horas após a realização do teste laboratorial, através da qual recebem: um formulário de Apoio ao Inquérito Epidemiológico, informação relativa à Declaração de Isolamento, folheto de recomendações e medidas a observar;
- Autotestes: caso não seja possível a realização de um TRAg ou TAAN no prazo de 24 horas devem contactar o SNS24, através do qual recebem uma requisição para realização de TAAN ou TRAg (confirmatório), informação relativa à Declaração de Isolamento, folheto de recomendações e medidas a observar.

As pessoas com infeção confirmada por SARS-CoV-2 que sejam assintomáticas à data do diagnóstico têm indicação para autocuidados e isolamento no domicílio.

Se desenvolverem sintomas de COVID-19, devem contatar o SNS24 e são encaminhadas em conformidade.

O tempo mínimo preconizado para isolamento é de:

  • 7 dias nas pessoas assintomáticas ou que desenvolvem doença ligeira;
  • 10 dias nas pessoas que desenvolvem doença moderada;
  • 20 dias nas pessoas que desenvolvem doença grave;
  • 20 dias nas pessoas com imunodepressão, independentemente da gravidade da evolução clínica.

 As pessoas que recuperaram de COVID-19 e que cumpriram os critérios de fim de isolamento, não realizam novos testes laboratoriais para SARS-CoV-2, nos 180 dias subsequentes ao fim do isolamento. Excetuam-se as pessoas que desenvolvam novamente sintomas sugestivos de COVID-19.

Rastreio de contactos

Nos termos da norma agora alterada, relativa ao rastreio de contactos, passam a considerar-se a partir de dia 10 de janeiro como contactos de alto risco as pessoas que coabitam com um caso positivo de infeção por SARS-CoV-2/COVID19, exceto se já tiverem recebido as duas doses da vacina e a dose de reforço, ou se tiverem estado infetados nos 180 dias subsequentes ao fim do isolamento.

Assim, as pessoas que tenham vacinação completa com dose de reforço, ou que estejam no período de recuperação da doença, mesmo que sejam coabitantes ou que sejam contactos de baixo risco, ficam dispensadas de isolamento.

Também são considerados contactos de alto risco as pessoas que residam ou trabalhem em Estruturas Residenciais para Idosos (ERPI) e outras respostas similares dedicadas a pessoas idosas, comunidades terapêuticas e comunidades de inserção social, bem como os centros de acolhimento temporário e centros de alojamento de emergência, unidades de cuidados continuados integrados da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI).

Os critérios para efeitos de identificação de contactos, de acordo com a nova definição, apenas entram em vigor dia 10 de janeiro, ou seja, na próxima segunda-feira.

Os contactos de alto risco ficam em isolamento durante sete dias e devem fazer teste ao 3.º e ao 7º dia. Este último teste tem como objetivo o fim do isolamento profilático.

Tal como nos casos assintomáticos e ligeiros de doença, os contactos devem monitorizar sintomas e não terão acompanhamento por profissionais de saúde.

Nos termos das novas regras, os contactos de baixo risco devem fazer um teste o mais cedo possível, idealmente até ao 3.º dia.

Ou seja, os contactos devem realizar teste laboratorial molecular (TAAN) ou teste rápido de antigénio de uso profissional (TRAg) para SARS-CoV-2:

Contactos de alto risco:

  • Primeiro teste: o mais precocemente possível e, idealmente, até ao 3.º dia após a data da última exposição ao caso confirmado;
  • Segundo teste: ao 7.º dia após a data da última exposição ao caso confirmado;

Restantes contactos: Teste laboratorial o mais precocemente possível e, idealmente, até ao 3.º dia após a data da última exposição ao caso confirmado.

Os contactos de alto risco estão sujeitos a isolamento profilático, no domicílio ou noutro local definido, a nível local, pela Autoridade de Saúde.

O fim do isolamento profilático é estabelecido mediante a obtenção de um resultado negativo num teste laboratorial molecular (TAAN) ou teste rápido antigénio de uso profissional (TRAg) para SARS-CoV-2, realizado ao 7.º dia após a data da última exposição ao caso confirmado.

O tempo mínimo preconizado para isolamento, aplica-se aos casos de isolamento em curso.

 

Referências
DGS - Norma 004/2020, atualizada no dia 05/01/2022
DGS - Norma 015/2020 atualizada no dia 05/01/2022

 

 

Informação da responsabilidade de LexPoint
© Todos os direitos reservados à LexPoint, Lda
Este texto é meramente informativo e não constitui nem dispensa a consulta ou apoio de profissionais especializados.

03.01.2022​