Skip BreadcrumbHome / Financiamento / Linha de Crédito Capitalizar

Linha de Crédito Capitalizar
TAE de 3,905%

Apoiamos o Financiamento das Empresas portuguesas.

 

Características

No âmbito da estratégia do Millennium bcp de apoiar as Empresas, o Banco disponibiliza a Linha de Crédito Capitalizar que possibilita o acesso ao financiamento com garantia mútua em condições mais favoráveis e bonificação da comissão de garantia, permitindo-lhes sustentar uma estratégia de crescimento.

No montante global de 1.600 milhões de euros, válida por 12 meses após a abertura da Linha de Crédito (extensível por mais 6 meses caso não se esgote no primeiro prazo), a Linha de Crédito Capitalizar está subdividida em 4 Linhas específicas: Micro e Pequenas Empresas, Fundo de Maneio, Plafond de Tesouraria e Investimento, cujos plafonds são os seguintes:

Linha Específica Plafond
Micro e Pequenas Empresas 400 Mio Euros
Fundo de Maneio 700 Mio Euros
Plafond de Tesouraria 100 Mio Euros
Investimento Dotação "Projetos 2020" 300 Mio Euros
Dotação "Geral" 100 Mio Euros

Elegibilidade

Operações Elegíveis:

São elegíveis as operações de financiamento que respeitem os seguintes critérios.

Linha Micro e Pequenas Empresas

  • Operações destinadas a investimento novo em ativos fixos corpóreos ou incorpóreos ou ao reforço do fundo de maneio ou dos capitais permanentes.

Linha Fundo de Maneio

  • Operações destinadas a financiar necessidades de fundo de maneio.

Linha Plafond de Tesouraria

  • Operações destinadas exclusivamente ao financiamento das necessidades de tesouraria.
    • Linha Investimento

      - Dotação "Projetos 2020" - financiamento de investimentos elegíveis no âmbito de projetos aprovados e contratados no âmbito do Programa Portugal 2020, nos termos da Portaria n.º 57-A/2015, de 27 de fevereiro;

      - Dotação "Geral" - financiamento de investimento novo em ativos fixos corpóreos ou incorpóreos, incluindo o enquadrável em projetos do Portugal 2020, e aquisição de partes sociais de empresas que complementem a atividade.

Operações não Elegíveis:

Não são enquadráveis as operações que se destinem a:

  • Reestruturação financeira e/ou impliquem a consolidação de crédito vivo;
  • Liquidar ou substituir de forma direta ou indireta, ainda que em condições diversas, financiamentos anteriormente acordados com o Banco;
  • Financiamentos que se destinem a ser aplicados fora do território nacional;
  • Aquisição de terrenos. No entanto, admite-se que as empresas beneficiárias que desenvolvam atividades enquadradas no setor primário, nomeadamente Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Indústrias Extrativas possam adquirir terrenos bem como bens móveis sujeitos a registo, desde que os mesmos sejam, comprovadamente, destinados à atividade produtiva da empresa;
  • Aquisição de imóveis e viaturas ligeiras que não assumam o caráter de "meio de produção";
  • Aquisição de imóveis adquiridos ou construídos, típicos da atividade imobiliária, ou seja, os que se destinem a transação imobiliária ou ao arrendamento de curto, médio e longo prazo para fins de habitação, comercial, industrial e alojamento;
  • Aquisição de veículos de transporte rodoviário de mercadorias adquiridas por transportadores rodoviários de mercadorias por conta de terceiros;
  • Aquisição de bens em estado de uso;
  • Aquisição de empresas e qualquer outro tipo de investimento financeiro na Linha Específica "Micro e Pequenas Empresas";
  • Aquisição de ativos financeiros, salvo se for para a compra de empresas que complementem a atividade através da Linha Específica "Investimento" - Dotação "Geral";
  • Obras de remodelação / beneficiação de instalações arrendadas onde a empresa desenvolve a sua atividade com caráter de permanência que não reúnam as condições para serem reconhecidas como um ativo tangível da empresa nos termos dos normativos em vigor e que não sejam efetivamente registadas contabilisticamente nesta rúbrica;
  • Participação num aumento de capital numa empresa participada, ainda que do mesmo resulte um reforço da posição acionista;
  • Operações financeiras que se destinem a atividades relacionadas com a exportação para países terceiros e Estados-membros, nomeadamente a criação e funcionamento de redes de distribuição;
  • Caso o valor do IVA associado ao investimento seja dedutível para a empresa, esse valor não poderá ser incluído no valor do financiamento para efeitos de candidatura.

Financiamento

  Micro e Pequenas Empresas Fundo de Maneio
Montante
- Micro empresas. Até 25.000 €
- Pequenas empresas: até 50.000 €
Até 1 mio € (1,5 mio € se PME Líder)
Prazo Até 6 anos após a data da contratação Até 4 anos após a data da contratação
Carência de Capital Até 12 meses após a data da contratação Até 6 meses após a data da contratação
Utilização De uma só vez Até 6 meses após a data da contratação, com o máximo de 3 utilizações
Amortização de Capital Prestações de capital iguais, trimestrais e postecipadas
Pagamento de Juros Pagamento de juros trimestral e postecipadamente a cargo da empresa
Reembolso antecipado São permitidas amortizações, parciais ou totais, sem cobrança de quaisquer comissões
Cobertura da Garantia Mútua Até 70% do capital em dívida Até 50% do capital em dívida
Outras Garantias
- Definidas em função da análise de risco efetuada pelo Banco;
- Partilhadas em pari passu entre o Banco, a SGM e o FINOVA.

  Plafond de Tesouraria (2) Investimento
Montante Até 1 mio € (1,5 mio € se PME Líder)
- Até 1,5 mio € (2 mio € se PME Líder);
 
- Cumulativamente, na Dotação "Projetos 2020", o montante do financiamento por projeto não poderá exceder 75% do investimento elegível deduzido do incentivo aprovado e contratado no âmbito do Programa.
 
- Cumulativamente, na Dotação “Geral” em que são financiados projetos no âmbito do Portugal 2020, o montante financiado por projeto não poderá exceder o valor máximo do financiamento das despesas elegíveis previsto na legislação aplicável, deduzido o valor dos incentivos estimados ou aprovados.
Prazo 1, 2 ou 3 anos, com possibilidade de denúncia anualmente para operações com prazo superior a 1 ano
- Dotação "Projetos 2020": até 6 anos após a data da contratação;
- Dotação "Geral": de 7 até 10 anos após a data da contratação.
Carência de Capital Não aplicável Até 24 meses após a data da contratação
Utilização Utilização continuada até ao prazo e limite contratado, com liquidação e reutilização gerida pelo Banco Até 12 meses após a data da contratação, com o máximo de 3 utilizações
Amortização de Capital
- Prestações de capital iguais, trimestrais e postecipadas;
- Linha Plafond de Tesouraria: pagamento de capital bullet no final do prazo das utilizações individuais.
Pagamento de Juros Pagamento de juros trimestral e postecipadamente a cargo da empresa
Reembolso antecipado
- São permitidas amortizações, parciais ou totais, sem cobrança de quaisquer comissões;
- Reembolso antecipado total ou parcial obrigatório na Linha Específica "Investimento": caso o investimento não seja realizado no prazo máximo de 18 meses, a empresa obriga-se a, até ao final do mês seguinte, proceder ao reembolso antecipado do financiamento no valor correspondente ao investimento não realizado.
Cobertura da Garantia Mútua Até 60% do capital em dívida
- Dotação "Projetos 2020": até 70% do capital em dívida;
- Dotação "Geral": até 65% do capital em dívida.
Outras Garantias
- Definidas em função da análise de risco efetuada pelo Banco;
- Partilhadas em pari passu entre o Banco, a SGM e o FINOVA.

Nota:

As empresas deverão fornecer aos Bancos toda a informação necessária à correta avaliação da operação, bem como fornecer-lhe de forma completa e atempada a informação necessária ao seu bom acompanhamento. Devem, ainda, respeitar todas as obrigações legais de prestação de informação, designadamente prestação de contas e demais obrigações declarativas. Terão, ainda, de facultar toda a informação que venha a ser requerida no âmbito de auditorias e outras ações de controlo que venham a ser solicitadas pelas entidades envolvidas, em especial pela Entidade Gestora da Linha, no âmbito das suas atribuições de controlo. A prestação de falsas declarações implicará a perda da bonificação e demais benefícios atribuídos ao abrigo da presente Linha, com efeitos retroativos à data da contratação, aplicando-se, nesses casos a taxa prevista para os casos de incumprimento.

Taxa de Juro contratual e Comissão de Garantia:

Juros integralmente suportados pela empresa e liquidados trimestral e postecipadamente.

A taxa de juro corresponde à Euribor a 12 meses(*), a que acresce um spread de acordo com a Tabela infra:

Linha Específica Escalão Spread Máximo do Banco Comissão Garantia Mútua % Garantia Mútua
PME Líder Não PME Líder PME Líder Não PME Líder
"Micro e Pequenas Empresas"   3,400% 1,700% 70%
"Fundo de Maneio" A 1,985% 2,135% 0,600% 0,700% 50%
B 2,700% 2,850% 0,900% 1,000%
C 3,300% 3,450% 1,400% 1,500%
"Plafond de Tesouraria" A 2,000% 2,150% 0,600% 0,700% 60%
B 2,725% 2,875% 0,900% 1,000%
C 3,300% 3,450% 1,400% 1,500%
"Investimento"
Dotação
"Projetos 2020"
A 1,860% 2,010% 0,600% 0,700% 70%
B 2,450% 2,600% 0,900% 1,000%
C 3,250% 3,400% 1,400% 1,500%
"Investimento"
Dotação
"Geral"
A 2,250% 2,400% 0,700% 0,800% 65%
B 2,950% 3,100% 1,000% 1,100%
C 3,600% 3,750% 1,500% 1,600%

(*) O Banco e a Empresa poderão acordar alternativamente à Euribor a 12 meses na modalidade de taxa fixa, a qual corresponde à taxa swap da Euribor para o prazo correspondente ao prazo da operação arredondado para o múltiplo de ano imediatamente superior (à qual acresce o spread da tabela supra). A taxa swap da Euribor será a divulgada na página da Intercontinental Exchange (ICE), reportada ao fixing das 11.00 horas do segundo dia útil anterior à data da contratação.

Nota: O spread máximo acima indicado poderá ser reduzido em função da análise de risco do Cliente

Simulações:

Linha Micro e Pequenas Empresas:
TAE de 3,492% calculada com base numa TAN de 3,400% - Euribor a 12 meses (média aritmética simples das cotações diárias do mês anterior ao período de contagem de juros, com arredondamento à milésima, que para este exemplo foi o mês de novembro de 2017, correspondente a -0,189% que, por ser negativa, se considera elevada a 0,000%), acrescida de um spread de 3,400% para um financiamento bancário de 35.000 €, por um prazo de 72 meses e carência de capital de 12 meses, com plano de reembolso em prestações trimestrais iguais e sucessivas de capital, a que acrescem os respetivos juros e Imposto do Selo sobre juros.

Linha Fundo de Maneio:
TAE de 3,658%, calculada com base numa TAN de 3,450% - Euribor a 12 meses (média aritmética simples das cotações diárias do mês anterior ao período de contagem de juros, com arredondamento à milésima, que para este exemplo foi o mês de novembro de 2017, correspondente a -0,189% que, por ser negativa, se considera elevada a 0,000%), acrescida de um spread de 3,450%, para um financiamento bancário de 250.000 €, por um prazo de 48 meses e carência de capital de 6 meses, com plano de reembolso em prestações trimestrais iguais e sucessivas de capital a que acrescem os respetivos juros e Imposto do Selo sobre juros, incluindo uma Comissão de Organização.

Linha Plafond de Tesouraria:
TAE de 3,780%, calculada com base numa TAN de 3,450% - Euribor a 12 meses (média aritmética simples das cotações diárias do mês anterior ao período de contagem de juros, com arredondamento à milésima, que para este exemplo foi o mês de novembro de 2017, correspondente a -0,189% que, por ser negativa, se considera elevada a 0,000%), acrescida de um spread de 3,450%, para um financiamento bancário de 300.000 €, por um prazo de 24 meses, com plano de reembolso em prestações trimestrais iguais e sucessivas de capital a que acrescem os respetivos juros e Imposto do Selo sobre juros, incluindo uma Comissão de Organização.

Linha Investimento - Dotação "Projetos 2020":
TAE de 3,560%, calculada com base numa TAN de 3,400% - Euribor a 12 meses (média aritmética simples das cotações diárias do mês anterior ao período de contagem de juros, com arredondamento à milésima, que para este exemplo foi o mês de novembro de 2017, correspondente a -0,189% que, por ser negativa, se considera elevada a 0,000%), acrescida de um spread de 3,400%, para um financiamento bancário de 500.000€, por um prazo de 72 meses e carência de capital de 24 meses, com plano de reembolso em prestações trimestrais iguais e sucessivas de capital a que acrescem os respetivos juros e Imposto do Selo sobre juros, incluindo uma Comissão de Organização.

Linha Investimento – Dotação "Geral":
TAE de 3,905%, calculada com base numa TAN de 3,750% - Euribor a 12 meses (média aritmética simples das cotações diárias do mês anterior ao período de contagem de juros, com arredondamento à milésima, que para este exemplo foi o mês de novembro de 2017, correspondente a -0,189% que, por ser negativa, se considera elevada a 0,000%), acrescida de um spread de 3,750%, para um financiamento bancário de 500.000€, por um prazo de 120 meses e carência de capital de 24 meses, com plano de reembolso em prestações trimestrais iguais e sucessivas de capital a que acrescem os respetivos juros e Imposto do Selo sobre juros, incluindo uma Comissão de Organização.

As TAE (Taxa Anual Efetiva) foram calculadas nos termos do Decreto-Lei nº 220/94, de 23 de agosto.

Todas as propostas serão objeto de análise e decisão de risco de crédito por parte do Millennium bcp sendo a decisão de bonificação da entidade garante. O presente documento não constitui proposta contratual.

Condições de Acesso

Condições Gerais:

  • Terem Certificado de PME (se empresa/ENI for micro, pequena ou média empresa), válido à data de contratação da operação;
  • Estarem localizadas (sede social) em território nacional (incluindo Madeira e Açores), mesmo se detidas por acionistas/ sócios estrangeiros;
  • Não terem incidentes não regularizados junto da Banca à data de contratação;
  • Terem a situação regularizada junto da Administração Fiscal e da Segurança Social à data de contratação;
  •  Apresentarem situação líquida positiva no último exercício exceto se a empresa não tiver um exercício fechado;
  • Não terem dívidas perante o IAPMEI, PME Investimentos, FINOVA e Sociedades de Garantia Mútua;
  • Desenvolverem atividade que se enquadre numa das CAE definidas pela Entidade Gestora da Linha;
  • Empresa não se encontrar sujeita a processo de insolvência, nem preencher os critérios, nos termos do direito nacional, para ficar sujeita a processo de insolvência a pedido dos seus credores.

Condições Específicas:

Linha Micro e Pequenas Empresas

  • Serem micro ou pequenas empresas de acordo com certificação do IAPMEI;
  • Apresentem um volume de vendas inferior a 10 milhões de euros;
  • Tenham resultados líquidos positivos em dois dos três últimos exercícios ou dois anos de resultados positivos se a empresa tiver menos de três exercícios.

Linhas Fundo de Maneio, Plafond de Tesouraria e Investimento

  • Serem empresas com um volume de negócios inferior ou igual a 150 milhões de euros e que não integrem grupos empresariais cuja faturação consolidada seja superior a 200 milhões de euros;
  • No caso de grandes empresas (sem certificação PME do IAPMEI), a empresa deve, pelo menos, estar numa situação comparável à situação B- em termos de avaliação de crédito.

Mais Questões

Para mais questões contacte o seu Gestor de Cliente ou uma Sucursal do Millennium bcp.

Os mais procurados

Programa Cliente AplausoPrograma Cliente Aplauso
Tenha mais vantagens no banco das Empresas.
Mobile EmpresasMobile Empresas
A App M Empresas tem tudo para gerir o seu negócio.

Talvez esteja interessado

Crédito na HoraCrédito Avançar
TAE de 8,010%. O seu negócio não precisa de esperar mais.

Ainda não utiliza o Portal de Empresas?

LINHA DE APOIO
AO UTILIZADOR

707 504 504

+351 210 04 24 24

(de Portugal e do estrangeiro)

Atendimento personalizado

Dias úteis das 08 horas às 02 horas
e nos dias não úteis
das 10 horas às 24 horas
Hora de Portugal Continental

Se ligar para 707 504 504 a
partir da rede fixa terá um custo
máximo de 0,10€ por minuto;
se optar por nos ligar a partir da
rede móvel o custo máximo por
minuto será de 0,25€. A estes
valores acresce o respetivo IVA.

Atendimento disponível em
Português, Inglês ou Castelhano