Skip BreadcrumbHome / Investidores / Principais Indicadores


Principais Indicadores(1)



  milhões de Euros
  30 jun. 22 30 jun. 21
(reexpresso)
Var. 22/21
       

Balanço

     
   Ativo total 96.074 91.365 5,2%
   Situação líquida 6.291 7.386 -14,8%
   Crédito a clientes (líquido) 57.039 55.885 2,1%
   Recursos totais de clientes 91.070 90.351 0,8%
   Recursos de clientes de balanço 74.546 69.621 7,1%
   Depósitos e outros recursos de clientes 73.190 68.101 7,5%
   Crédito a clientes (líq.) / Depósitos e outros recursos de clientes (2) 77,9% 82,1%  
   Crédito a clientes (líq.) / Recursos de clientes de balanço 76,5% 80,3%  
       

Resultados

     
   Margem financeira 985,2 765,8 28,6%
   Produto bancário 1.283,4 1.116,6 14,9%
   Custos operacionais 516,2 590,1 -12,5%
   Custos operacionais excluindo itens específicos (3) 510,5 502,9 1,5%
   Imparidade do crédito (líq. de recuperações) 179,4 156,9 14,3%
   Outras imparidades e provisões 371,9 304,8 22,0%
   Impostos sobre lucros 155,8 101,9 52,9%
   Resultado líquido 74,5 12,3 >200%
       

Rendibilidade e Eficiência

     

   Produto bancário / Ativo líquido médio (2)

2,7% 2,5%  
   Rendibilidade do ativo médio (ROA) 0,1% -0,1%  
   Resultado antes de impostos e interesses que não controlam / Ativo líquido médio (2) 0,5% 0,2%  
   Rendibilidade dos capitais próprios médios (ROE) 2,8% 0,4%  
   Resultado antes de impostos e interesses que não controlam / Capitais  próprios médios (2) 7,0% 2,1%  
   Taxa de margem financeira 2,29% 1,91%  
   Rácio de eficiência core (2) (3) 37,2% 45,0%  
   Rácio de eficiência (2) 40,2% 52,8%  
   Rácio de eficiência (2)(3) 39,8% 45,0%  
   Rácio de eficiência (atividade em Portugal) (2)(3) 38,8% 44,1%  
   Custos com o pessoal / Produto bancário (2)(3) 21,7% 25,6%  
       

Qualidade do crédito

     
   Custo do risco (líq. recuperações, em p.b.) 61 55  
   Non-Performing Exposures / Crédito a clientes 4,3% 5,2%  
   Imparidade do crédito (balanço) / NPE 64,5% 66,6%  
   Crédito reestruturado / Crédito a clientes 3,6% 4,3%  
       

Liquidez

     
   Liquidity Coverage Ratio (LCR) 261% 270%  
   Net Stable Funding Ratio (NSFR) 153% 148%  
       

Capital(4)

     
   Rácio common equity tier I phased-in 11,5% 11,7%  
   Rácio common equity tier I fully implemented 11,3% 11,6%  
   Rácio total fully implemented 15,53% 14,9%  
       

Sucursais

     
   Atividade em Portugal 415 458 -9,4%
   Atividade internacional 832 876 -5,0%
       

Colaboradores

     
   Atividade em Portugal 6.254 6.937 -9,8%
   Atividade internacional(5) 9.413 9.984 -5,7%


(1) Alguns indicadores são apresentados segundo os critérios de gestão do Grupo, cujos conceitos se encontram descritos e detalhados no glossário. Na sequência do acordo celebrado em 29 de junho de 2021 com a Union Bancaire Privée, UBP S.A. respeitante à venda da totalidade do capital social do Banque Privée BCP (Suisse) S.A., concretizada no quarto trimestre de 2021, o contributo desta subsidiária para o resultado consolidado do Grupo, no primeiro semestre de 2021, foi contabilizado como resultado de operações descontinuadas ou em descontinuação na atividade internacional, conforme previsto na IFRS 5. Por outro lado, tendo em conta a venda, no final de 2021, de 70% da participação que o Grupo detinha na Seguradora Internacional de Moçambique, S.A. ("SIM"), através da sua subsidiária BIM - Banco Internacional de Moçambique, S.A., o contributo desta subsidiária para o resultado consolidado do Grupo referente ao primeiro semestre de 2021 foi reexpresso, por forma a assegurar a comparabilidade da informação histórica, encontrando-se também refletido como resultado de operações descontinuadas ou em descontinuação na atividade internacional, conforme previsto na IFRS 5. A relevação dos ativos e passivos do Banque Privée BCP (Suisse) S.A. e da SIM não foi alterada face ao critério considerado nas demonstrações financeiras anteriormente publicadas. Neste contexto, e tendo em conta a imaterialidade dos saldos de balanço destas operações no cômputo global do Grupo, o cálculo dos vários indicadores apresentados e que relacionam o desempenho da conta de exploração com os agregados de balanço não foram ajustados, com exceção da taxa de margem financeira, cujo apuramento reflete o facto de os ativos das referidas subsidiárias terem deixado de ser considerados ativos geradores de juros nesse período.
(2) De acordo com a Instrução do Banco de Portugal n.º 16/2004, na versão vigente.
(3) Exclui itens específicos: impacto negativo de 5,7 milhões de euros no primeiro semestre de 2022, sobretudo relacionados com a distribuição de parte dos resultados de 2021 pelos colaboradores do Banco. No primeiro semestre de 2021, o impacto também foi negativo, no montante de 87,2 milhões de euros, maioritariamente relacionados com a constituição de uma provisão para fazer face aos custos decorrentes do ajustamento do quadro de pessoal, no montante de 81,4 milhões de euros. Em ambos os períodos, os itens específicos foram integralmente reconhecidos como custos com o pessoal na atividade em Portugal.
(4) Os rácios de capital com referência a 30 de junho de 2022 e 30 de junho de 2021 incluem os resultados líquidos positivos acumulados dos respetivos períodos. Os rácios apurados para 30 de junho de 2022 correspondem a valores estimados, não auditados.
(5) Dos quais, na Polónia: 6.871 colaboradores em 30 de junho de 2022 (correspondendo a 6.735 FTE - Full-time equivalent) e 7.286 colaboradores em 30 de junho de 2021 (correspondendo a 7.148 FTE - Full-time equivalent). Em 30 de junho de 2021, o número de colaboradores associado à atividade internacional inclui 83 colaboradores afetos ao Banque Privée BCP (Suisse) e 150 colaboradores afetos à SIM naquela data, inexistentes à data de 30 junho de 2022, na medida em que ambas as operações foram alienadas no final de 2021.