Skip BreadcrumbHome / Investidores / Principais Indicadores


Principais Indicadores(1)



  milhões de Euros
  30 set. 21 30 set. 20 Var. 21/20
       

Balanço

     
   Ativo total 91.463 85.980 6,4%
   Situação líquida 7.358 7.479 -1,6%
   Crédito a clientes (líquido) 56.414 53.833 4,8%
   Recursos totais de clientes 90.556 83.284 8,7%
   Recursos de clientes de balanço 69.863 64.494 8,3%
   Depósitos e outros recursos de clientes 68.321 62.997 8,5%
   Crédito a clientes (líq.) / Depósitos e outros recursos de clientes (2) 82,6% 85,5%  
   Crédito a clientes (líq.) / Recursos de clientes de balanço 80,7% 83,5%  
       

Resultados

     
   Margem financeira 1.168,6 1.153,7 1,3%
   Produto bancário 1.706,4 1.662,7 2,6%
   Custos operacionais 851,7 812,7 4,8%
   Custos operacionais excluindo itens específicos (3) 764,1 785,2 -2,7%
   Imparidade do crédito (líq. de recuperações) 264,0 374,2 -29,4%
   Outras imparidades e provisões 462,0 176,4 161,9%
   Impostos sobre lucros 143,1 121,6 17,7%
   Resultado líquido 59,5 146,3 -59,3%
       

Rendibilidade e Eficiência

     

   Produto bancário / Ativo líquido médio (2)

2,5% 2,6%  
   Rendibilidade do ativo médio (ROA) 0,0% 0,3%  
   Resultado antes de impostos e interesses que não controlam / Ativo líquido médio (2) 0,2% 0,5%  
   Rendibilidade dos capitais próprios médios (ROE) 1,4% 3,4%  
   Resultado antes de impostos e interesses que não controlam / Capitais  próprios médios (2) 2,5% 5,8%  
   Taxa de margem financeira 1,91% 2,03%  
   Rácio de eficiência core (2) (3) 44,9% 47,5%  
   Rácio de eficiência (2) 49,9% 48,9%  
   Rácio de eficiência (2)(3) 44,8% 47,2%  
   Rácio de eficiência (atividade em Portugal) (2)(3) 43,8% 47,6%  
   Custos com o pessoal / Produto bancário (2)(3) 25,2% 26,9%  
       

Qualidade do crédito

     
   Custo do risco (líq. recuperações, em p.b.) 60 90  
   Non-Performing Exposures / Crédito a clientes 4,9% 6,5%  
   Imparidade do crédito (balanço) / NPE 67,9% 62,2%  
   Crédito reestruturado / Crédito a clientes 4,4% 5,2%  
       

Liquidez

     
   Liquidity Coverage Ratio (LCR) 264% 243%  
   Net Stable Funding Ratio (NSFR) 147% 140%  
       

Capital(4)

     
   Rácio common equity tier I phased-in 11,9% 12,4%  
   Rácio common equity tier I fully implemented 11,8% 12,4%  
   Rácio total fully implemented 15,2% 15,7%  
       

Sucursais

     
   Atividade em Portugal 447 489 -8,6%
   Atividade internacional 865 927 -6,7%
       

Colaboradores

     
   Atividade em Portugal 6.511 7.152 -9,0%
   Atividade internacional(5) 9.884 10.708 -7,7%


(1) Alguns indicadores são apresentados segundo os critérios de gestão do Grupo, cujos conceitos se encontram descritos e detalhados no glossário. Na sequência do acordo celebrado em 29 de junho de 2021 com o Union Bancaire Privée, UBP S.A. respeitante à venda da totalidade do capital social do Banque Privée BCP (Suisse) S.A., o contributo desta subsidiária para o resultado consolidado do Grupo encontra-se refletido como resultado de operações descontinuadas ou em descontinuação na atividade internacional, tendo a informação histórica sido reexpressa por forma a assegurar a sua comparabilidade, conforme previsto na IFRS 5. A relevação dos ativos e passivos do Banque Privée BCP (Suisse) S.A. não foi alterada face ao critério considerado nas demonstrações financeiras publicadas em períodos anteriores. Neste contexto, e tendo em conta a imaterialidade dos saldos de balanço da subsidiária suíça no cômputo global do Grupo, o cálculo dos vários indicadores apresentados e que relacionam o desempenho da conta de exploração com os agregados de balanço não foram ajustados, com exceção da taxa de margem financeira, cujo apuramento reflete o facto de os ativos da referida subsidiária terem deixado de ser considerados ativos geradores de juros no período em curso e na informação histórica apresentada.
(2) De acordo com a Instrução do Banco de Portugal n.º 16/2004, na versão vigente.
(3) Exclui itens específicos: impacto negativo de 87,6 milhões de euros nos primeiros nove meses de 2021, relacionado maioritariamente com custos de ajustamento do quadro de pessoal, reconhecidos como custos com o pessoal na atividade em Portugal, incluindo uma provisão para fazer face aos custos relacionados com o ajustamento do quadro de pessoal em curso, no montante de 81,4 milhões de euros. Nos primeiros nove meses de 2020, o impacto também foi negativo, no montante de 27,6 milhões de euros, dos quais 15,8 milhões de euros referentes a custos de ajustamento do quadro de pessoal e à compensação pelo ajuste temporário da remuneração dos colaboradores do Banco, ambos reconhecidos como custos com o pessoal na atividade em Portugal e 11,8 milhões de euros relativos a custos com a aquisição, fusão e integração do Euro Bank S.A., reconhecidos pela subsidiária polaca (7,1 milhões de euros como custos com o pessoal, 4,4 milhões de euros como outros gastos administrativos e 0,4 milhões de euros como amortizações do exercício). No cálculo dos indicadores de eficiência não estão também a ser considerados os itens específicos relevados no produto bancário, no montante de 0,1 milhões de euros, reconhecidos pela subsidiária polaca, nos primeiros nove meses de 2020, relativos a custos com a aquisição, fusão e integração do Euro Bank S.A.
(4) Os rácios de capital com referência a 30 de setembro de 2021 e 30 de setembro de 2020 incluem os resultados líquidos positivos acumulados dos respetivos períodos. Os rácios apurados para 30 de setembro de 2021 correspondem a valores estimados, não auditados.
(5) Dos quais, na Polónia: 7.172 colaboradores em 30 de setembro de 2021 (correspondendo a 7.035 FTE - Full-time equivalent) e 7.997 colaboradores em 30 de setembro de 2020 (correspondendo a 7.846 FTE - Full-time equivalent).

​​